quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

2008 - Ano Internacional dos Recifes de Coral


Catalaphyllia jardinei




Os recifes de coral terão em 2008 o seu Ano Internacional. A promoção é da entidade Iniciativa Internacional para os Recifes de Coral (ICRI) que pretende utilizar o evento como estratégia para aumentar o conhecimento e a conscientização sobre a importância dos recifes de coral, bem como chamar a atenção para o aumento das ameaças e perdas de recifes de coral e ecossistemas associados, tais como manguezais e banco de algas.
O Ano Internacional além do esforço global para aumentar a consciência e o conhecimento sobre o assunto é também uma forma de se apoiar trabalhos de conservação, pesquisa e manejo.

Blastomussa sp.


A mesma estratégia foi utilizada há 10 anos, quando 1997 foi também declarado Ano Internacional dos Recifes de Coral. Na ocasião, a iniciativa foi considerada um sucesso, tendo obtido a participação de mais de 225 organizações em 50 países e territórios e alimentado centenas de pesquisas científicas que deram origem a novas áreas marinhas protegidas, além do surgimento de numerosas organizações locais e globais dedicadas à conservação do corais.
Xenia umbellata




No Brasil, as ações para o incremento do ano internacional estará a cargo do Núcleo da Zona Costeira e Marinha da Secretaria da Biodiversidade e Florestas do MMA e da Universidade Federal de Pernambuco, assim como da Universidade Federal da Bahia, em trabalho conjunto com a ICRI. A entidade compreende uma parceria entre governos, organizações internacionais e organizações não governamentais que têm como objetivo conservar ambientes recifais e ecossistemas relacionados.
Zoanthus sp.




Entre as ações a serem desenvolvidas no Brasil no próximo ano pelo Núcleo da Zona Costeira e Marinha para celebrar a iniciativa estão: elaboração de calendário (2008), divulgando os recifes brasileiros e os principais programas de conservação existentes; divulgação de três vídeos, sendo o primeiro deles sobre as experiências brasileiras na gestão de áreas marinhas protegidas e pesca (áreas recifais), o segundo com a Campanha de Conduta Consciente em Ambientes Recifais nos Vôos Aéreos e o terceiro sobre o projeto Coral Vivo. Estão previstas também exposições em vários aeroportos brasileiros e nos centros de visitantes do parques nacionais de Fernando de Noronha e Abrolhos e uma outra exposição a ser realizada durante o III Congresso Brasileiro de Oceanografia, marcado para ocorrer entre 20 e 24 de maio em Fortaleza (CE).
Actinodiscus sp.




No âmbito internacional uma série de eventos já estão marcados de janeiro a novembro do próximo ano. Entre elas, a Reunião Geral do Internacional Coral Reef Initiative, em Washington (EUA), a 11ª Internacional Coral Reef Symposium, na Flórida (EUA) e apoio à realização do evento sobre peixes recifais da IUCN, que ocorrerá no Brasil.




Montipora sp.

Fonte: MMA

4 comentários:

Deka disse...

Muito dez teu blog. Serei leitora assídua!
Abraço. Posso te "linkar"?

Maria disse...

Adorei seu blog, um assunto que gosto muito e está em evidência ultimamente. Parabéns pela iniciativa!

beijos
www.outroblogdamary.com

Nina disse...

lindos eles!!!!!!
Su louca para ir na Austrália e ver os gigantes de lá!

Renata Emy disse...

Ricardo querido,

Renatinha te passou mais 4 prêmios!

Bjim