domingo, 28 de outubro de 2007

Dragões Marinhos

Os Dragões-marinhos são encontrado somente em águas sul-australianas. Estes peixes espetaculares pertencem à família Syngnathidae, a mesma do Cavalo-marinho.
As duas espécies de dragão-marinho, o dragão-marinho (Phycodurus eques) e o dragão-marinho comum (Phyllopteryx taeniolatus), possuem muitos apêndices em forma de folhas em suas cabeças e corpos. A semelhança dos dragões-marinhos com os cavalos-marinhos é superficial, porque as duas espécies de dragões-marinhos, são mais próximos relacionadas aos peixes-cachimbo (Gomon et al. 1994).

Dragão-marinho comum (Phyllopteryx taeniolatus)

Phyllopteryx taeniolatus
Possuem aproximadamente 46 cm de comprimento. Os adultos são geralmente avermelhados com pontos amarelos e barras roxo-azuladas pelo corpo. Os apêndices em forma de folha, ocorrem aos pares ao longo do corpo. Também possuem alguns espinhos curtos ao longo do corpo.

Phyllopteryx taeniolatus
A diferença sexual é bem visível, os machos possuem os corpo mais esbelto com cores mais escuras que a fêmea. São encontrados na Austrália ocidental ao longo da costa sul australiana, incluindo a Tasmânia.

Hábitat natural de Phyllopteryx taeniolatus
Dragão-marinho (Phycodurus eques)

Phycodurus eques
São ligeiramente menores, possuem cerca de 43cm, porém a maioria alcançam uma média de 30cm. Seus apêndices em forma de folha são mais numerosos e ramificados . Os adultos são amarelo-marrom esverdeados, com as faixas escuras, finas e pálidas.


Phycodurus eques
Assim como os cavalos-marinhos, os dragões-marinhos também podem mudar de cor dependendo da idade, da dieta, da posição ou mesmo do seu nível do stress. Ao contrário do dragão-marinho comum, seus olhos são posicionados ligeiramente acima do túbulo bucal. Possuem diversos espinhos afiados longos em todos os lados do corpo. Os mesmos são usados para defesa contra o ataque de peixes. Recentes pesquisas mostram que o dragão-marinho (Phycodurus eques) possue um sistema de navegação altamente sofisticado, mergulhando a centenas de metros e voltando sempre ao mesmo local que normalmente vive (Connolly 1998).
São encontrados na Austrália ocidental ao longo da costa sul australiana, nas regiões próximas a Wilsons e Victoria.

Hábitat natural de Phycodurus eques
O balanço das Algas marinhas

Phycodurus eques
Os dragões-marinhos assemelham-se ao movimento das algas marinha, o que os torna difíceis de encontrar em seus habitats naturais. Com seus movimentos lentos e sua capacidade incrível de se camuflar em meio as algas, conseguem garantir sua sobrevivência. Suas cores brilhantes são reveladas na luz do sol que penetra na água.

Algas marinhas

Ambas as espécies de dragões-marinhos habitam os recifes de corais e as estruturas colonizadas pelas algas marinhas. No ambiente selvagem vivem individualmente ou em pares, sendo vistos mais freqüentemente em águas litorâneas rasas. Alimentam sugando com suas pequenas boca; plankton, peixes e pequenas larvas de crustáceos em geral.

Reprodução

No período reprodutivo, os machos e fêmeas emparelham-se. A fêmea desenvolve cerca de 300 ovos alaranjados em sua cavidade abdominal mais baixa. A metade final da cauda do macho começa a formar pequenos "copos de ovos" na cauda, os quais armazenarão os ovos que a fêmea irá transferir para o macho e conseqüentemente serão fertilizados.
O macho carrega os ovos por um período de incubação de aproximadamente 4 semanas. Ao nascerem, os dragões-marinhos medem aproximadamente 20mm e possuem um colorido diferente dos adultos. Os jovens são predados por peixes, crustáceos e anêmonas do mar; vivendo em lugares diferentes dos adultos.


Reprodução de Phycodurus eques
Possuem crescimento rápido, alcançando 20cm após um ano e tornando-se sexualmente maduros após aproximadamente dois anos.
Em ambiente natural não é conhecida sua média de vida, e em cativeiro vivem aproximadamente de 5 a 7 anos.


Phycodurus eques

Referências Bibliográficas



Adaptado e traduzido por Ricardo Britzke
©
Copyright 2007 ©




7 comentários:

Fernanda Miranda disse...

Que blog mais lindo!!!
Adorei os dragões marinhos...nem sabia q existia...parabéns...
Se quiser, dá uma passadinha no meu blog, ok???
Abração e boa semana!
http://cotidianoativobyfer.blogspot.com

Den KinG™ disse...

Poxa...moh intelectual seu blog hein!...gostei msmo!..

parabénss..!

Abraçosss!

Erika disse...

Que coisa mais linda.
Eu adoro a vida do fundo do mar, a beleza da zona abissal, proncipalmente, com seus 'monstros' de neon.

Beijos e ótima semana

www.oncoto.erikamurari.com.br

Paula Calixto disse...

Encantadíssima com seu blogue!

Crio peixes de aquário (ornamentais) e já namorei um mergulhador. Aliás, dois.[risos] Mas, não ao mesmo tempo!kkkkk...

Aqui em Alagoas tem lugares fantásticos para mergulho! É uma experiência fabulosa esse "entrar-em-contato" com o mundo "azul"!!!

Beijos, lindeza.

Nina disse...

lindas fotos!!!
Eles são encantadores!
Parabéns pelo blog! Lindo!

Pablo Ramada disse...

oi amigo, faz tempo que não venho por aqui, desleixo de minha parte, mas sempre que venho é uma riqueza!

quero voltar mais vezes.

abraços!

Renata Emy disse...

Oi Ricardo!

Lindos hein?!?

Verdadeiras obras de arte da natureza!

Parabéns pelo post!

Bjus