sexta-feira, 18 de julho de 2008

Nova espécie de Moenkhausia

Uma nova espécie de Moenkhausia é descrita no rio Jubá, um afluente do rio Sepotuba na bacia do alto rio Paraguai, e presente também no rio Juruena e de seu tributário, o rio Papagaio na bacia do alto rio Tapajós, no estado do Mato Grosso.

Moenkhausia cosmops. Foto de Leandro M. Sousa

Nomeada pelos ictiólogos brasileiros Flávio Lima, Heraldo Britski e Francisco Machado de Moenkhausia cosmops, a nova espécie apresenta como característica mais marcante o colorido único quando em vida: íris de colorido azul intenso na metade inferior, passando a dourado e esverdeado na metade superior, lábio vermelho vivo e opérculo em grande parte avermelhado, devido a transparência do osso, permitindo ver os filamentos branquiais. Cosmops derivado do grego Kosmos que significa ornamento e Opos que significa face, em alusão as suas características marcantes. A nova espécie é aparente relacionada ao grupo Moenkhausia oligolepis e Moenkhausia sanctaefilomenae, que é hipotetizado como também incluindo Moenkhausia pyrophthalma, Moenkhausia diktyota e Moenkhausia cotinho.


Moenkhausia cosmops. Foto AquaticQuotient

A ocorrência desta espécie nas cabeceiras do sistema do alto rio Juruena e alto rio Paraguai é congruente com a de outros táxons de peixes e indica que um processo de captura de rio relativamente recente aconteceu nessa região.


Localidade tipo de Moenkhausia cosmops. Foto de Flávio Lima

Mais informações em:
Lima, FCT, HA Britski, FA Machado A new Moenkhausia (Characiformes: Characidae) from central Brazil, with comments on the area relationship between the upper rio Tapajós and the upper rio Paraguai systems. Aqua, International Journal of Ichthyology 13: 45–54, 2007.

Adaptado e traduzido por Ricardo Britzke
©
Copyright 2008 ©

1 comentários:

Renata Emy disse...

Bom dia meu querido!

Ví um post e lembrei de você...

http://pgdois.blogspot.com/2008/07/arte-ou-barbaridade-nos-estados-unidos.html

Beijos